Caro leitor,

há tempos escrevo aqui sobre o meu dia, minhas indignações, descobertas, sobre os meus “causos”, e somente hoje me dei conta de você. Como será que está o seu dia? Será que bateríamos um bom papo se nos encontrássemos na gôndola de temperos do supermercado? Será que iríamos falar sobre o tempo no elevador ou trocar um sorrisinho amarelo sem graça? Ri ou chora comigo? É aquela moça que sempre vai à padaria gourmet nos Jardins às quartas-feiras no meio da tarde, enquanto estou procurando inspiração para os meus textos? Sinto-me tão próximo, compartilho pensamentos mais profundos e íntimos, mas ao mesmo tempo não sei quem você é.

Perdoe-me discutir a relação. É que hoje o dia está nublado e a minha alma busca por um amigo. Construo sua imagem e logo vem a vontade de convidá-lo para comer um pastel no Mercado Municipal. Que tal assistir um filme no Reserva Cultural e depois tomar um café pela Paulista? Em uma livraria mais próxima, enquanto falamos sobre temas inúteis, gastaremos um tempo na procura de raridades – que não vamos comprar. Já pensou se descobríssemos que somos vizinhos?

Nenhum escritor, especialmente o cronista, pode prescindir dos momentos de reflexão sobre os pequenos acontecimentos do cotidiano. Em geral, morro de preguiça ao tentar entender o ser humano, prefiro escrever sobre as coisas, mas hoje não, hoje estou aberto também ao toque…

Hoje quero ouvir Vinícius – tomara que chova aquela chuvinha que é a cara de São Paulo –, quero tomar vinho e ver o mundo da sacada e brindar a vida. Quero ouvir um bom jazz e mexer o quadril. Quero depois o silêncio, quem sabe um chá quente.

E compartilharia tudo contigo, se você fosse meu amigo.

© Crônica coletiva com a participação de Renata Mendes, Marise H. Louvison, Denise Faria e Veruska Zanetti


Esta crônica faz parte de um exercício a que nos propusemos: com um mesmo parágrafo inicial, escrevemos quatro crônicas, sempre alternando a participação dos autores do grupo. Veja outras duas versões, publicadas em agosto (aqui) e novembro de 2015 (aqui).